Busca:






Adelmo Borges


Fatos e Efeitos



Os eventos ocorridos nos últimos meses e dias são marcantes para encaminharem e determinarem o futuro político em ebulição na cidade capital industrial do nordeste brasileiro. O primeiro embate se referiu à definição da composição da mesa da Câmara Municipal, marcada por movimentações e disputas políticas dividindo as opiniões entre os que defendiam a manutenção da presidência sob a égide do PT, por constituir a maior bancada e os que admitiam ser necessário agraciar a base aliada no sentido de manter a governabilidade. Surge então a iniciativa da construção interna do Campo Petista, composto por correntes que se pautavam por debates e interpretação da conjuntura política municipal, estadual e nacional, ao desfile de 28 de setembro, em comemoração aos 253 anos de emancipação política do município de Camaçari.


O Campo tinha como objetivo reconduzir o diretório Municipal do PT, ao princípio do debate, aprofundar e contribuir para a formação e atualização política dos membros militantes e motivar o partido à convivência junto às organizações representativas da sociedade, no sentido de fortalecer o princípio democrático da participação e por conseqüência a parceria e a co-responsabilidade com os destinos dessa cidade. O foco principal visava estabelecer uma estratégia de manutenção sustentável da hegemonia petista conquistada depois de anos de luta contra o conservadorismo ao perseguir o propósito em apresentar e proporcionar para a sociedade um modelo diferenciado na condução da coisa pública (de todos).


De lá passamos a disposição do executivo em incentivar a disponibilização de candidaturas ao executivo no pleito de 2012, surgindo os nomes de Ademar Delgado e o deputado Bira Coroa, pelo PT, Lopes e Cupertino sem definição partidária. Em poucos meses tornou-se publico o interesse de Waldir Freitas, Alfredo, todos eles motivados pela determinação do prefeito Caetano, que segundo eles, afirmara que seguiria a preferência da população. Ou seja, quem tiver melhor desenvoltura será o candidato escolhido para dá continuidade ao projeto iniciado em 2005. Cupertino mesmo expondo um cabedal e aceitação pública com relação ao seu nome abdicou da disputa, se resguardando para uma possível indicação a vice, Lopes foi agraciado com a condução do Partido Verde e caminha para uma vitoriosa candidatura a vereador. Waldir Freitas e Alfredo defendem a idéia de definição através de uma pesquisa de opinião a ser feita em novembro deste ano e no PT a definição deve surgir entre Ademar que goza da preferência de Caetano e o deputado Bira Coroa que evidencia sua biografia política de dois mandatos como vereador, presidente da Câmara Municipal e dois mandatos no legislativo estadual.


Todas as especulações são legitimas dentro do processo de pré-candidaturas. Inclusive a recente decisão do Presidente Zé de Elísio em buscar musculatura e se colocar como mais um postulante a cadeira, hoje ocupada por Caetano. Ocorre que o 4º Congresso Petista determina que nas cidades em que o PT governa o Diretório tem a obrigação de apresentar um candidato, o que condiciona o prefeito Caetano a definição por um nome filiado. Ele tem declarado que o partido ainda não possui um candidato oficial e destaca que o preferido Ademar Delgado tem caminhado muito e tem se colocado bem junto à população e tem o apoio da maioria das forças políticas interna do PT. O deputado Bira Coroa tem afirmado que pretende levar sua pretensão até a decisão do partido, estando disposto a se submeter a decisão pelo colégio de delegados, se for o caso.


Mesmo em acirrada disputa tanto Ademar Delgado quando o deputado Bira Coroa tem mantido a disciplina partidária e a coerência preocupado em manter a unidade partidária como fundamento maior. Sabem que a definição passa pela participação do maior eleitor do município e líder do PT, Luiz Caetano, sem a qual a postulação pode ser inválida, assim como as chances de vitoria sem o apoio de um governo que tem a aceitação de 72% da população.


Assim vale destacar a participação da militância petista nas comemorações de 7 de setembro na Gleba C e no distrito de Parafuso e o brilho inconteste dos mesmo no desfile de 28 de setembro em homenagem aos 253 anos de emancipação política do município de Camaçari, fruto de um trabalho bem articulado pela direção municipal do PT e do poder executivo. No próximo sábado, teremos encontro com as mulheres petistas a partir das 9:00 na Câmara Municipal e às 12:00 a militância deverá prestigiar a inauguração Núcleo  do PT na Orla.


Muita água ainda correrá por debaixo da ponte. Quem viver verá.


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é vice-presidente do PT de Camaçari e membro do Movimento Alternativa Socialista


 


 
Últimas Publicações

Uma semana importante
Os caminhos da sucessão
Os passos da sucessão
Camaçari de 2020
Serin e o Orçamento Participativo
Camaçari nos últimos 10 anos
Um grande desafio
Camaçari Desenvolvimento Econômico/Social
Mais que uma festa popular
Perfil da juventude brasileira
Partidos e políticos de Camaçari
Revista de Semana
Tata Kambondo
PT um partido ideológico ou de massa?
Tempo de Afirmação, de Decisão
Fatos e Efeitos
Todo parto tem sua dor
Todo parto tem sua dor
O necessário exercício da democracia nas grandes decisões
Parabéns


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL