Busca:






Carlos Silveira


13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI, DE 1977 – 1989 (4)



O ano de 1982 foi o primeiro teste do PT de Camaçari nas eleições. Nesta época Camaçari era Área de (in)Segurança Nacional¹, em função disto não havia eleição para prefeito, apenas para vereadores.  Apresentamos oito jovens sonhadores como candidatos ao cargo de vereador, quatro do Distrito Sede (Dita – Honorina Antunes, José do Carmo, Índio – Eduardo Nóbrega e este humilde escriba) e quatro do Distrito de Dias D Ávila (Manoel dos Santos, Vovó – José Laurentino, Isac e Antonio Avelino).  


O PT municipal tinha forte formação operária e juvenil. José do Carmo, era operário da CHESF e Delegado do Sindicato dos Eletricitários do Estado da Bahia; Índio, era operário da CEMAM e militante da Oposição Metalúrgica da Bahia. A maioria com pouco mais de vinte anos de idade, como Dita, Isac, Manoel, Vovó e eu.


A maioria de nós encantava com o ideal do Socialismo, os que não eram comunistas eram socialistas ou influenciados por ambos os pensamentos. O candidato mais votado foi o Manoel dos Santos, filho de Neco da Caçamba. Com o slogan de Trabalhador vota em Trabalhador, buscávamos nos diferenciar daqueles que se aliançavam com os setores do capital nacional, desde já demarcávamos nosso corte classista. O debate naquele momento era sobre o caráter de classe da revolução brasileira, entendíamos que a contradição principal da nossa sociedade era entre o Capital e o Trabalho, ou seja, entre o Patrão e o Trabalhador.


Participamos daquelas eleições com o objetivo de divulgar o partido recém criado em 1979/1980, um partido de novo tipo com dizíamos à época. Tivemos a nível estadual a candidatura de Edval Passos para Governador, José Novais para Vice-Governador, José Sergio Gabriel para a Senador e vários candidatos a Deputados Federais e Estaduais, aqui apoiamos Benjamim Ferreira para Federal e Carlos Oliveira para Estadual.


O PMDB foi o grande vitorioso político destas eleições, conseguiu eleger Luiz Caetano, Luiza Maia, Francisco Françu, Clemente Dantas e Osvaldo Nogueira, cinco numa câmara de onze, fizeram cabelo, barba e bigode como se diz na gíria popular e contribuíram com a campanha de Roberto Santos para Governador e que foi derrotado pelo também “Carlista²” João Durval Carneiro.


Naquele momento o PT estadual também tinha forte formação operária e comunista, dos cinco nomes da chapa estadual que apoiamos em Camaçari quatro eram membros de organizações comunistas e o quinto ex-membro de organização comunista, se não me engano. Edval e Benjamim do PCBR – Partido Comunista Brasileiro Revolucionário; Novais e Carlos Oliveira do PRC – Partido Revolucionário Comunista e Gabrieli que se não me engano foi membro da APML – Ação Popular Marxista Leninista. Todos com participação no Movimento Sindical da época. Edval e Benjamim da Oposição Metalúrgica da Bahia e fundadores da CUT, Novais, velho comunista e dirigente sindical dos Trabalhadores Rurais da região de Vitoria da Conquista, também fundador da CUT. Carlos Oliveira assessor do movimento sindical dos trabalhadores rurais da Chapada Diamantina.


Apesar das condições muito difíceis naqueles anos, o PT municipal tinha sede alugada à Rua José Nunes de Matos, (ficamos ali de 1979 a 1983) casa de propriedade do Tenente Bessa que muito relutou para nos alugar, pois imaginava que aqueles “meninos malucos” não iriam pagar seus alugueis. Mantínhamos um periódico mimeografado (Boletim Municipal do PT), foi nestas condições que enfrentamos as eleições de 1982. Conseguíamos custear as nossas atividades políticas com a contribuição financeira de abnegados militantes políticos de esquerda, na sua grande maioria operários e jovens.


No processo eleitoral tivemos apenas um veículo que era um fusca verde onde colocamos nossos altos falantes e que ao mesmo tempo servia para nos transportar para as atividades de campanha e que na maioria das vezes davam-se nas horas vagas, na parte da noite e nos finais de semana, uma vez que todos tinham que trabalhar para sobreviver.


Aquela quadra da nossa historia foi muito importante, historia de construção do PT (Partido dos Trabalhadores), sem ela não estaríamos aqui hoje...  lembramos deste período com alegria, alegria dos que coletivamente buscaram contribuir para um processo que veio desaguar no que somos hoje... o partido, um protagonista do desenvolvimento do nosso município, um protagonista do fazer política de forma coletiva, sem perder a esperança e sem mudar de lado, mantendo a coerência.


Carlos Silveira - cabras@contratosc.com.br – é advogado, empresário contábil, ex-secretário municipal e fundador do PT de Camaçari




[1] (in)Segurança... O Regime Militar sentia-se inseguro com a presença de Comunistas fazendo política por aqui, cidade e Pólo, tinham medo de explodirmos o Complexo Petroquímico, dentre outras loucuras mais, era a Doutrina da Segurança Nacional.


[2] “Carlista”, pois filiado à ARENA, Roberto Santos foi governador biônico de 1975 a 1979. Em 1982 o PC do B o apoiou para candidato a Governador.


 
Últimas Publicações

13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI, DE 1977 – 1989 (3).
Junho
13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI DE 1977/1989 (1)
13 ANOS DE HISTORIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI DE 1977/ 1989 (2)
13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI, DE 1977 – 1989 (4)
13 Anos de História do Movimento Popular de Camaçari 1977/1989 (5)
Dona Luiza abriu uma garrafa de champanhe...
Qual a ligação existente entre mãe Rosa Vidal e o padre Valmir?
Quando eu ia a pé para Cachoeira, eu e minha Avó Josefina
Eu ontem à noite conversava com o jovem Laion sobre as manifestações
MEMÓRIA: Camaçari, 50 anos do golpe militar Considerações sobre a confissão de um torturador
Um ligeiro passeio sobre o atual momento
As mulheres na política de Camaçari
Não serei o taxi da contabilidade


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL